Memorial dos Mártires

A Catedral Armênia Católica acolhe também, em seu átrio, o Memorial do Genocídio Armênio, em memória de seus 1.500.000 filhos e filhas, martirizados pela Fé e pela Pátria, a partir de 1915, durante o Império Otomano, atual Turquia.

     O Papa Francisco, em 2015, ano do Centenário do Genocídio, celebrou uma solene Missa na Basílica de São Pedro, pelos Mártires armênios e proclamou ao mundo que a perseguição aos armênios foi um Genocídio, o primeiro do século vinte.

     A peça principal do Memorial é uma artística Cruz de Pedra, “Khatchkar”, cinzelada em pedra da Armênia e trazida desse país.

      Cruzes como essas povoam o território da Armênia, sendo marcos de acontecimentos importantes.

      A Cruz possui em cada uma de suas extremidades três folhas, para indicar que se trata de uma cruz de madeira verde, da Cruz da Vida, da Cruz da Ressurreição, da Cruz da Nova Criação.

     As duas asas localizadas aos pés da Cruz, indicam tanto as chamas da fé, como  que a Cruz está voando, está na glória da Ressurreição.

     O círculo, abaixo da Cruz, indica o universo: Cristo, ressuscitado, Senhor do mundo!

     O monumento do Memorial acolhe ainda duas Relíquias dos Mártires armênios do Genocídio. São dois pedaços de ossos, trazidos do deserto de Der Zor, na Síria, onde os Mártires foram executados e seus corpos abandonados.   

     Um luz vermelha vela reverrncia, dia e noite, no Memorial, essas duas Relíquias dos Mártires!

Boletim Informativo n. 59 Set/Dez/ 2015 Preparação do Memorial

https://www.paroquiaarmenia.org.br/2015/09/01/boletim-informativo-no57-setembro-dezembro-2015/

Boletim Informativo n. 61 – Abril/dezembro 2017

https://www.paroquiaarmenia.org.br/2017/10/26/1399-2/

Av. Tiradentes 718, São Paulo – SP, Brasil

(11) 3227-6703 | E-mail: contato@paroquiaarmenia.org.br