Por Sidinei Fernandes, com Agências, São Paulo.

A ministra da Diáspora Armênia, Hranush Hakobyan , defende a formação de um grupo de trabalho na ONU com objetivo de criar uma Convenção sobre a Diáspora- Armênia. Dessa forma, os 118 países que integram a Diáspora serão protegidos internacionalmente.

“Os armênios têm a Diáspora maisDifundida do mundoEm 118 países fazer Mundo. Esta é uma razão pela qual queremos criar um problema na ONU para criar um grupo de trabalho que adotará uma declaração. E a convenção sobre a diáspora. Nesse caso, nenhum estado violará os direitos da Diaspora- Armênia “, disse Hranush.

Outro fator relevante apontado pela ministra  para criação de uma Convenção se refere às 100 mil pessoas da Diáspora com dupla cidadania.  A Armênia tem 38 organizações panármenianas, 724 igrejas, 1004 escolas, 34 museus, 103 centros de estudos armênios, 637 Centros culturais na diáspora, e mais de 300 meios de comunicação operam em mais de 40 países. Temos a maioria das estruturas no Estados da CEI, Geórgia, América do Norte, Europa Oriental, Turquia.

Categorias: Notícias